terça-feira, 14 de julho de 2009

Tempo certo

O mundo não é sempre colorido e nem um mar de rosas. Quando Deus nos chama, logo avisa que não será fácil. Como diz no texto de João, devemos ser pacientes porque Ele venceu o mundo. Mas não é fácil ser paciente.
Ser tolerante, obediente, amoroso, bonzinho não é nada fácil. Mas Jesus conseguiu. Então, podemos conseguir também. Aí entra uma questão que faz toda a diferença. A palavra de Deus serve de direção e refrigério “A consciência é um relógio de sol, quando iluminada pela verdade da palavra, mostra a direção certa”. Sempre que Deus fala, o homem se cala. E no calar do homem o Pai diz o que precisa ser ouvido, mesmo que sejam palavras de repreensão ditas com amor. Deus repreende aquele que ama. “Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho”. Hebreus 12:6
Nada na vida pode ser fácil, caso seja, não terá valor. Uma doença que aparece de repente, a perda de alguém que amamos, ou de algo que tínhamos, ou até mesmo tudo, menos a vida. Os problemas diários, no trabalho, com estudos, família e a vontade de jogar tudo para o alto e fugir. Se desistir de tudo fosse a solução, Jesus teria desistido da cruz.
Se estamos feridos, pode até piorar. Mas o homem não deve desistir devido aos problemas. Tudo tem solução. A fé é o que revela soluções, ela é a confiança do que ainda não vemos. Quando se crê em melhoras, é mais fácil viver. Não existe mágica para resolver tudo, no entanto existe um Deus que pode tudo. Para Ele o que o ser humano passa é menor que formiga, e na hora que quiser Ele a esmaga. O grande problema é qual seria este tempo.
Acredite, existe o tempo certo para O agir do Criador. Caso passe por lutas, pense que é para melhoras e, para apreender algo. Deus não pode atender todas as orações, apenas o que para Ele será melhor para seus filhos.
Há uma história de um pai e uma filha que mostra como Deus age em nós. O pai levou sua filha a uma loja para presenteá-la com o urso mais bonito que existia. A impaciência da menina a vez desejar todos os ursos que via, em cada corredor que eles atravessavam, ela se agarrava a uma pelúcia. O pai, muito paciente, apenas dizia que era para esperar que ao final ela teria o mais bonito urso.
Em cada corredor a cena se repetia, ela cada vez mais irritada e, o pai mais paciente. Próximo ao final do corredor, a menina desistiu de esperar, já passara muito tempo. Pegou um urso qualquer e se agarrou a ele, berrou e disse que era aquele. O pai argumentou dizendo que tinha para ela o melhor, a menina não aceitou. Então, confirmou com ela se queria aquele, ela disse que sim. No final da loja estava o maior e mais bonito urso do mundo, o que o pai a presentearia, porém por impaciência e pirraça não recebeu o melhor.
Com Deus esta história é igual, muitas vezes não sabemos esperar o melhor de Deus e ficamos com algo que aos nossos olhos era o melhor. Entretanto, o que Deus tem para nós é sempre melhor e no tempo certo.
Thayra Azevedo

Um comentário:

Seu comentário é de suma importância. Ele será exibido após minha aprovação. Obrigada. Volte sempre. Thayra Azevedo