quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Valeu A Pena


Ronaldo Santos

Ohh Valeu a pena!! OhhOh
Aqueles dias difíceis
Pareciam não ter fim
Parecia que sol, não brilharia mais
Enfrentei palavras contrárias
Enfrentei humilhações na estrada
Mas rejeitei atalhos e segui o caminho da cruz,
até chegar aqui
Valeu a pena esperar no Senhor e viver Tuas Promessas
Valeu a pena!!
Valeu a pena acreditar que Ele tinha o melhor
preparado pra mim!!
Valeu a pena acreditar na força Deste Deus que
não falhou e nunca falhará
Valeu a pena!!
Valeu a pena acreditar que nenhum dos Seus
propósitos jamais serão frustrados
Meu choro não foi em vão!!!!
Pois na dor, Deus forjou o meu caráter!!
Meu choro não foi em vão!!!!
Minha oração moveu a mão de Deus

terça-feira, 23 de agosto de 2011

A Ostra e a Pérola


"Uma ostra que não foi ferida não produz pérolas."

Pérolas são produtos da dor; resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou grão de areia.

Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada nácar.

Quando um grão de areia a penetra, ás células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra.

Como resultado, uma linda pérola vai se formando. Uma ostra que não foi ferida, de modo algum produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada. O mesmo pode acontecer conosco.

Se você já sentiu ferido pelas palavras rudes de alguém?

Já foi acusado de ter dito coisas que não disse? Suas ideias já foram rejeitadas ou mal interpretadas?

Você já sofreu o duro golpe do preconceito? Já recebeu o troco da indiferença? Então, produza uma pérola! Cubra suas mágoas com várias camadas de amor. Infelizmente, são poucas as pessoas que se interessam por esse tipo de movimento.

A maioria aprende apenas a cultivar ressentimentos, mágoas, deixando as feridas abertas e alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e, portanto, não permitindo que cicatrizem. Assim, na prática, o que vemos são muitas "Ostras Vazias", não porque não tenham sido feridas, mas porque não souberam perdoar, compreender e transformar a dor em amor. Um sorriso, um olhar, um gesto, na maioria das vezes, vale mais do que mil palavras.

(Livro: A Ostra E A Pérola *Adriana Dantas de Mariz )

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Nem tudo é poesia

Às vezes parece que o céu está perdendo seu colorido e dando lugar ao cinza

Parece que a dor me invade, a tristeza e a frieza estão tentando me consumir
Parece que não há mais lugar para o sol, que a escuridão quer tomar conta de mim
É quando eu te vejo, te sinto, e percebo que não é o fim
Que tu estás aqui, ao meu lado, me ajudando a prosseguir
Quem dera fosse tudo flores, quem dera os pássaros cantassem todos os dias
Só para anunciar que ainda há vida,
Anunciar que ainda há esperança e que o novo está a caminho
Quem dera poder arrancar de mim tudo que não te agrada,
Quem dera poder apagar as manchas do passado
Mas nem tudo é perfeito, nem tudo é poesia
Nem tudo é a luz do sol, nem a ausência de alegria
Nem tudo são flores, nem espinhos
Mas tudo é necessário para me ensinar a crescer!

Thayra Azevedo

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Mudança de tudo



"Mudaram as cores do universo, o perfume das rosas, o paladar dos doces
Mudaram meus sentimentos, minha cabeça, meu comportamento
Mudaram tudo ao meu redor e aqui dentro
Tudo passou a ser melhor quando te tive em meus pensamentos
Tudo passou a ser diferente quando te tive como parte do meu tudo
Tudo mudou, melhorou, alterou
Tudo porque o que sinto não é mais paixão é amor”

Thayra Azevedo