quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Não parece tão fácil

Olho no espelho e não me reconheço mais
As cascas caíram, a velha eu se transformou com o tempo
Não me arrependo de nada que fui e que fiz
Mas não existe mais lugar para sonhos antigos, para medos temporários e até mesmo para ilusões perdidas
As antigas roupas rasgadas foram subsituídas por novas vestes

Vestes de alegria e amadurecimento, vestes de liberdade e de sanidade
Consigo voar sem medo, voar com vontade de crescer e aprender
Sem precisar temer... sem precisar entender meus tropeços

Alguns dias a leve brisa traz a saudade daquilo que vivi, mas não do que fui
Não sinto vontade de voltar, quero seguir e viver o que tem daqui para frente
Se for para ser vou me esbarrar com pessoas que me fizeram crescer
O hoje vivo aqui, mas o amanhã ainda não sei

Hoje sinto que não sou mais nada daquilo que um dia fui
Hoje sinto que já não tenho mais os mesmos anseios que antes
Hoje sinto que daqui para frente será diferente, mas não será nada fácil

Thayra Azevedo

Um comentário:

Seu comentário é de suma importância. Ele será exibido após minha aprovação. Obrigada. Volte sempre. Thayra Azevedo