segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Em instantes

Parece que o deserto resolveu me ajudar

Brotando água, brotando flores, me mergulhando no mar

A minha forma estática, robotizada parece que passou

Não sou mais um vazio, um vaso oco, ou um robô

Meus sentimentos já se manifestam sozinhos

Meu sorriso não é mais forçado

E nem meu olhar parece cansado

Seu amor me renovou

Sei que posso fazer tudo e continuar a ser quem sou

Não importa os problemas,

Sua mão está comigo, seu carinho, seu abraço

Estaremos sempre juntinhos

Não importa minha dor

É só te ouvir falar, sentir teu calor

Que em instantes me refaço

Thayra Azevedo

4 comentários:

  1. oiee tha!! desculpa o sumisso por aqui viu!!! =)
    mas estou de volta! rs

    ResponderExcluir
  2. Oie boa tarde... obrigado pelo comentário e por seguir o Buscai o Reino, tua contiribuição será sempre bem-vinda.

    Nos falamos no TWITTER tmb

    Abraço

    Soli
    http://twitter.com/soli_limberger

    http://buscaioreino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Doce amiga,

    que poema encantador !
    e as palavras heim ? ^.~
    e muito bom vir aqui e encontrar toda essa suavidade...que bom...vc existir !

    Doces Beijos

    Doce Essencia

    ResponderExcluir

Seu comentário é de suma importância. Ele será exibido após minha aprovação. Obrigada. Volte sempre. Thayra Azevedo