segunda-feira, 20 de julho de 2009

Amigos mais chegados que irmãos

Falar de amizade, amigos ou algo assim pode parecer fácil. As pessoas têm mania de intitular conhecidos como amigos. Não fico para trás, sempre confundi colegas com amigos e, descobri que era um erro, uma tolice, um engano.
Hoje dia do amigo - 20 de julho – eu resolvi falar de algo tão essencial para vida humana, mas tão escasso. Sendo comércio ou não, o dia do amigo é algo bacana de se comemorar. Com o passar dos anos, o amadurecimento foi um forte aliado em minhas conclusões. Sem esforço, mas com sofrimento, percebi que alguns dos que chamei de “amigo”, não passavam de conhecidos. Figuras que para mim eram protagonistas, porém eu para eles era ou sou mera coadjuvante.
O texto “Menestrel” de Willian Shakespeare, fala um pouco dessas coisas que descobrimos com um tempo: “Depois de um tempo você aprende que...”. Eu ainda estou aprendendo. Desde criança convivi com muitas pessoas, tive amizades interesseiras, mas descobri que existem aquelas que a distância não consome, pelo contrário, só faz o amor, admiração, amizade, carinho e respeito crescerem.
Chamar alguém de amigo, e depois de anos esbarrar com a pessoa na rua e nem se olharem... acontece. Amar alguém, se dedicar, se doar e nunca mais se falarem... acontece. Entretanto, não se pode esquecer que Deus envia anjos para nós. Aqueles que estarão com você na alegria e na tristeza; na saúde e na doença; na riqueza e na pobreza. Tem amigos que conhecemos hoje e, de repente, se tornam para vida toda. Têm amigos de infância, amigos de colégio, faculdade, amigo-parente. O importante é ter amigos.
Li um texto que me inspirou a escrever. Ele fala da facilidade que crianças têm de fazer amizades, e se contentam com alguns minutos. O homem, depois de crescido se fecha, perde essa capacidade. Pode ser boa ou ruim. Passamos a ser seletivos, exigentes, desconfiados. Como já disse, às vezes somos importantes para alguém e nem desconfiamos, outras vezes isso pode inverter.
Existe uma frase que é indiscutível, não importa religião. O texto bíblico de Provérbios 18:24 diz: “O homem que tem muitos amigos, pode congratular-se; mas há um amigo que é mais chegado do que um irmão."
Depois de algum tempo, mantenho minha opinião de que sem amigos não pode se viver. É melhor sermos dois do que um, porque quando um cair o outro ajuda a levantar. Existem amigos mais chegados que irmãos, isso é inquestionável. Feliz dia do Amigo!
Thayra Azevedo

Um comentário:

  1. Adorei o texto, é bem verdade mesmo!
    Legal saber que vc é jornalista! Escreve muito bem, parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é de suma importância. Ele será exibido após minha aprovação. Obrigada. Volte sempre. Thayra Azevedo