quarta-feira, 17 de junho de 2009

Muda o disco, please

Duas vezes por mês minha casa fica mais colorida, mais alegre, mais cheia. Recebemos a visitinha da minha irmã e do meu cunhado. É sempre uma festa. Eles moram em São Paulo e quando veem é só alegria.
É comida na mesa em variedade, doce, bolo de cenoura ou chocolate. Uma fartura que dura dois dias, sem contar a farra. Na cozinha a farofa sempre sobra para mim (sim eu sou louuuuuuuca por farofa), às vezes a calda do bolo (que só eu sei fazer) e o almoço de domingo. Cozinho com prazer.
O papo do almoço nunca muda (será assim em toda casa?) a maioria das vezes a “pauta” sou eu, ou melhor eu te emagrecido ou engordado. Confesso que essas são as únicas vezes que me irrito, não deveria, pois é rara a visita da minha irmã, mas quem aguenta ouvir falar que está goordo. Meu Deus me tira daqui. Rsrs
Tento levar na esportiva, a maior parte não rola. Esse fim de semana não foi diferente. Estava eu indo me arrumar e ouvi minha vó me zuar: “A Thayra está magérrima”. Para que este papo DESNECESSÁRIO, muda o disco pelo o amor que tenha a Deus. Não adianta. A minha vó vai continuar a insistir, ainda mais com a minha irmã junto (ela é magérrima). Para ter noção ela veste P e eu, nem te conto... vou falar, visto G de Gente Gentil. (risos, inventei now).
Mas que graça tem toda oportunidade que ela tem de vir à Volta Redonda, insiste em continuar com a mesma música de péssima qualidade, que irrita meus ouvidos! Realmente engordei de novo. Tinha perdido 5 kg que resolveram retornar. Mas você acha que vou admitir? Acho melhor não, com peso de mulher não se brinca.
Se ela vier com o mesmo assunto vou ter que falar, como diz um professor meu, estou em forma, a forma que escolhi para ter meu corpo.
Agora é sério. Esse recado vai para ela. Irmã muda o disco, please!!!!!!
Thayra Azevedo

Um comentário:

  1. Oi, Thayra, que blog lindo! Cheio de amor, amizade e carinho! Fique na Paz!!!
    Luísa

    ResponderExcluir

Seu comentário é de suma importância. Ele será exibido após minha aprovação. Obrigada. Volte sempre. Thayra Azevedo