terça-feira, 31 de março de 2009

Voltar as origens

Preciso voltar as origens Me despir das velhos roupas Me vestir de trajes limpos Preciso me aproximar dos amigos Matar as saudades Rever os antigos Preciso me redescobrir Me deixar levar, me mudar Abandonar o cansaço e os velhos costumes Deixar pelo caminho os objetos passados E traçar um novo rumo, um novo caminho Abraçar os amigos reais Me libertar dos imortais Amar os amigos de raízes Esquecer os amigos superficiais Preciso me desintegrar do velho Voltar as raízes Deixar de levar tudo a sério

2 comentários:

  1. Nossa! Eu queria ter escrito este texto... quando li senti meu corpo tremer.
    No fim sempre voltamos ao inicio, sempre!

    Beijo grande moça
    Saudades...

    ResponderExcluir

Seu comentário é de suma importância. Ele será exibido após minha aprovação. Obrigada. Volte sempre. Thayra Azevedo