quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

FLOCOS DE SAUDADE

Tantas saudades flutuam em meus dias, algumas são como flocos de neve, efeitam os meus sonhos com nuvens macias Há beleza nas imagens que se vê, mas são intocáveis, desmancham-se ao vento São somente lembranças passadas, visões de paraísos desfeitos, Flocos de neve brancos e macios, derretem-se antes de um novo dia, transformam-se em lágrimas cristalinas que levam os olhos e a alma, para esperar tudo renascer à luz do sol.
João Pedro
*Originalmente publicado no blog In my mind de João Pedro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é de suma importância. Ele será exibido após minha aprovação. Obrigada. Volte sempre. Thayra Azevedo