quinta-feira, 15 de abril de 2010

Seu próprio jardim

Enfeite-se com margaridas e ternuras

E escove a alma com flores

Com leves fricções de esperança

De alma escovada e coração acelerado

Saia do quintal de si mesmo

E descubra o próprio jardim

Carlos Drummond de Andrade

Um comentário:

  1. Que lindo poema de Drummond! Bela escolha flor!!! E bela mensagem transmitida!!
    Deixar-se florescer!
    bjs.

    ResponderExcluir

Seu comentário é de suma importância. Ele será exibido após minha aprovação. Obrigada. Volte sempre. Thayra Azevedo